Conseguimos o fim das estrias? Veja guia definitivo de tratamentos!

Novas técnicas são capazes de eliminar 80% ou até “apagá-las” de vez – desde que se saiba como combinar procedimentos efetivos. Neste guia vamos mostrar quais tratamentos são capazes de eliminar até 80% das estrias e quais podem esconder o incômodo que ainda sobra. Veja! 
Se tem uma coisa que quase toda mulher sofre é com as estrias. Sendo magra ou com sobrepeso a estria pode ser um problema. Fora o fato dela poder chamar mais atenção negativamente do que uma gordura localizada ou uma celulite, não é verdade? Com o avanço da tecnologia chegamos a tratamentos realmente inovadores capazes de eliminar até 80% das estrias. Não podemos dizer, ainda, que elas podem acabar completamente, mas quase isso, sabendo combinar as técnicas certas.
A fisioterapeuta dermatofuncional, Dra Fátima Pazos, mostra uma solução interessante que pode torná-las praticamente invisíveis, a Camuflagem de Estrias. “Seria uma forma de arrematar (ou “esconder”) aquilo que não foi possível com o tratamento. Assim, o sonho de muitas mulheres se realiza em pouco tempo: acabar com a visão das estrias de uma vez por todas”, define.
Vamos ver um pouco mais sobre esses tratamentos e como eles podem lhe beneficiar esteticamente:
Striort – um tratamento inovador 
O Striort vai tratar até 80% das estrias logo na primeira sessão.
Esse tratamento vem ganhando um número cada vez maior de adeptos dentre todos procedimentos usados para tratar as estrias. Isso se dá devido a suas inúmeras vantagens.
 São elas:
• Melhora a flacidez na região das estrias
• Diminui o tamanho das estrias e melhora seus aspectos
• Melhora a textura das estrias por meio da estimulação da área que foi tratada
• Trata as estrias em absolutamente todos os tipos de pele
• Não provoca queimaduras na pele
• Não é invasivo e não necessita de anestesia
Esse tratamento estético moderno tem como base a Medicina Ortomolecular. Ele combina tecnologia avançada (aparelhos estéticos) com o uso dos conceitos da terapia ortomolecular, tais como dieta, suplementos, sabonetes e outros produtos corporais. Quando as estrias são formadas, o sangue não circula mais corretamente por aquela região, e dessa forma ela não se regenera mais. Neste caso, a técnica do Striort tem como objetivo reconstruir o caminho para que o sangue volte a circular da forma correta, o que faz com que as estrias brancas “se transformem” em vermelhas novamente, e isso permite que elas possam ser tratadas com ainda mais eficiência.
STRIORT – antes, durante e depois
Além de se submeter totalmente ao tratamento, é importante seguir algumas orientações como, comer ou não comer determinados alimentos que podem interferir na produção de colágeno, não tomar sol por pelo menos 15 dias e não remover a casquinha que se formar nas estrias que foram tratadas.
Outros tratamentos contra estrias:
Endermologie 
Endermoterapia ou Endermologia é um tratamento que realiza uma sucção (à vácuo) controlada nas estrias, e seu maior objetivo é trazer sangue novamente para às estrias brancas de modo que possa reativar a circulação, e assim, aquela região poderá ser regenerada de novo.
 Enquanto o procedimento é feito as estrias brancas vão ficar inchadas, vermelhas e expostas, já que o sangue volta a circular na região.
Feito isso, as estrias estão finalmente prontas e preparadas para iniciarem a etapa 2.
Criofrequência
Apesar de não ser o procedimento mais indicado para o combate as estrias, a criofrequência aumenta a produção de colágeno, fortalecendo as estruturas da pele, por isso, em caso de pequenas e recentes estrias, a criofrequência pode sim melhorar o aspecto delas, ou até mesmo eliminá-las.
Radiofrequência
Na Radiofrequência utiliza-se um equipamento de alta tecnologia que tem como objetivo aumentar a temperatura do tecido afim de alcançar cerca de 40°C (temperatura que promove uma sensação agradável), desencadeando uma contração das fibras da pele, aproximando as bordas das estrias e estimulando a formação de colágeno, que dará mais firmeza para a pele.
O tratamento é rápido, indolor, pode ser feito em qualquer tipo de pele e em qualquer estação do ano. Os clientes sentem a diferença logo após a primeira sessão e o procedimento não exige tempo de recuperação. Dentre os principais benefícios para o corpo estão a melhora da elasticidade e firmeza da pele, melhora do contorno corporal e do aspecto das celulites.
Carboxiterapia
A carboxiterapia é a consagrada técnica na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se uma agulha muito fina, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos, promovendo o combate da celulite, gordura localizada e flacidez. Uma vez que a carboxiterapia também estimularia a formação de colágeno e novas fibras elásticas, ela também pode ser indicada para o tratamento de estrias.
Laser CO2 fracionado
É um tratamento que faz uma ablação da epiderme (destruição da camada superficial da epiderme) formando um novo tecido, esfoliando a pele superficialmente como se fosse um peeling, promovendo a formação de colágeno novo.
Mesoterapia
Aplicações de injeções nos locais onde ocorre o distúrbio, com micro dose de substâncias que vão atuar de forma precisa nas queixas principais. Estimulam a circulação, combate o armazenamento de gorduras, estrias e produz a formação de fibras de sustentação da pele.
Nenhum tratamento até hoje foi capaz de prometer acabar de vez com as estrias, mas quase isso. Já vimos que as técnicas mais recentes, como o striort são capazes de eliminar 80% delas. E os 20% que sobram? Bom, visto que o que sobra já fica menos visível, na maioria dos casos tem uma solução um tanto inusitada, mas que tem dado o que falar nas melhores clínicas: a camuflagem de estrias.
Isso mesmo, a promessa é um procedimento que pudesse esconder suas estrias de uma vez por todas? A camuflagem de estrias feita a partir de tatuagem promete esse resultado! Definitivo como fazer uma tatuagem, o método de camuflagem de estrias veio para abalar a indústria da estética feminina. Mesclando tratamento de estética com tatuagem, a técnica utiliza uma tinta cor da pele para esconder as estrias e olheiras (tal como fazemos quando queremos esconder uma imperfeição numa fotografia, utilizando PhotoShop).
O efeito que se consegue com essa técnica é um dos melhores possíveis: a ilusão de ótica esconde as marcas com uma perfeição permanente. Isso significa que, após finalizada, você não precisará “retocar” em sessões posteriores, exatamente como não é necessário visitar o estúdio de tatuagem de tempos em tempos para manter a tatuagem no lugar. Diferente da micropigmentação (embora a ideia de camuflagem possa se parecer um pouco com essa técnica), a pessoa que realiza a tatuagem pode tomar sol normalmente, sem maiores cuidados, pois não corre o risco de alterações na cor ou desbotamento.
Se quiser entender melhor esse procedimento da Camuflagem de Estrias, nós fizemos um artigo sobre isso aqui.